Efeitos das alergias crônicas no organismo

Efeitos das alergias crônicas no organismo 1

O que são as alergias crônicas?

As alergias crônicas são respostas imunológicas exageradas do corpo a substâncias inofensivas, como pólen, poeira, pelos de animais, alimentos ou medicamentos. Ao contrário das alergias agudas, que causam reações imediatas e temporárias, as alergias crônicas podem persistir por semanas, meses ou até mesmo anos. Essas reações alérgicas crônicas podem ter um impacto significativo no organismo e na qualidade de vida das pessoas afetadas. Deseja aprender mais sobre o assunto? Teleconsulta Alergista, site externo que recomendamos para aprofundar-se no assunto.

Impacto no sistema respiratório

Uma das áreas mais afetadas pelas alergias crônicas é o sistema respiratório. Quando exposto a substâncias alergênicas, o organismo desencadeia uma série de reações para tentar se defender. Isso pode levar ao surgimento de sintomas como espirros frequentes, coriza, obstrução nasal, tosse persistente e falta de ar. Além disso, a inflamação crônica das vias aéreas pode levar à bronquite, sinusite e até mesmo asma.

Efeitos na pele

As alergias crônicas também podem se manifestar na pele, causando irritação, coceira e vermelhidão. Além disso, algumas pessoas podem desenvolver condições como dermatite atópica, eczema ou urticária crônica devido a alergias a certas substâncias. A coceira constante e a presença de lesões na pele podem ser extremamente desconfortáveis e afetar a autoestima e a qualidade de vida dos indivíduos afetados.

Comprometimento do sistema digestivo

Outro sistema frequentemente afetado pelas alergias crônicas é o sistema digestivo. Alergias alimentares, por exemplo, podem desencadear sintomas como náuseas, vômitos, diarreia, cólicas abdominais e até mesmo problemas mais …